Sicredi Região da Produção RS/SC/MG distribui mais de R$3,6 milhões aos associados
Quinta, 10 de Janeiro de 2019 às 14:41
Valores disponibilizados em dezembro beneficiam mais de 56 mil associados

Os associados da Sicredi Região da Produção RS/SC/MG receberam em dezembro, R$3,6 milhões referente ao pagamento de Juros ao Capital. Esse valor corresponde a remuneração de 5,5% sobre o saldo médio de Capital Social em 2018. A média beneficia 56,7 mil associados da cooperativa.

O presidente da Sicredi, Saul João Rovadoscki, destaca que o pagamento de juros ao capital social valoriza ainda mais os associados que movimentam sua vida financeira com o Sicredi e destaca um dos diferenciais como instituição cooperativa. “O pagamento reafirma a transparência na gestão dos recursos e evidencia a importância da participação de cada associado na cooperativa. Esse é, sem dúvida, um diferencial do Sicredi, que valoriza a participação do associado na cooperativa”, afirma o presidente.

Além deste valor os associados receberão em 2019 a distribuição de resultados referente ao exercício de 2018, conforme proposta a ser aprovada nas próximas assembleias. A distribuição é proporcional as movimentações financeiras realizadas pelo associado com a cooperativa.

Para mais informações, os associados podem visitar as agências ou acessar as contas-correntes através dos canais do Sicredi.

ENTENDA A DIFERENÇA

· Juros ao Capital Social
O pagamento de juros ao capital social é um dos diferenciais competitivos da cooperativa em relação ao sistema bancário tradicional.
Nas sociedades cooperativas de crédito, como o Sicredi, parte do patrimônio é formado pelo capital investido por todos os associados, o chamado “capital social”. O recurso de propriedade de cada associado confere a cooperativa a solidez necessária para desenvolver suas operações, o qual retorna aos associados pelos produtos e serviços utilizados junto à instituição financeira.

· Cota Capital
É a cota parte do associado na sociedade com a Cooperativa, é a participação direta no fortalecimento da instituição. Quando você investe na Cota Capital, você injeta recursos ativos na Cooperativa, com o objetivo de fortalecer a margem de negócios que servirá de benefício tanto para você, como para todos os associados.
O valor a ser investido é determinado pelo Estatuto Social da Cooperativa em assembleia com os associados. A integralização por parte do associado poderá ser feita uma única vez, isto é, o associado creditar na Cooperativa o valor total da sua parte no capital ou fazer integralizações mensais do valor mínimo estipulado pela Cooperativa.

Todo valor investido pelo associado no Capital da instituição terá remuneração anual e poderá ser resgatado por ele, caso resolva sair da sociedade.
Fonte: MARCOS A. BEDIN / Jornal Oeste Popular SC
Imagens
Comentários