Casal do Rio Grande do Sul apresenta atestado de residência falso na Delegacia de Palmitos
Sexta, 03 de Agosto de 2018 às 13:42
Ambos foram presos em flagrante por falsidade ideológica
Um homem de 25 anos e sua companheira de 29 anos, ambos residentes no Rio Grande do Sul, foram presos em flagrante pela Polícia Civil de Palmitos na tarde de ontem (02/08/2018), após terem apresentado na Delegacia comprovante de residência falso informando que eram moradores de Palmitos.
As prisões ocorreram em decorrência de investigação anterior e de denúncia anônima recebida de que pessoas residentes no Estado do Rio Grande do Sul estariam apresentando comprovantes de residências falsos para realizar processos de habilitação para conduzir veículos automotores e transferência de automóveis visando facilidades na aprovação ou pagamento de menos impostos.
Após realizar conferência nos documento e diligência nos endereços informados pelos investigados comprovou-se que no imóvel residia apenas outro casal e que a proprietária teria firmado declaração falsa dizendo que o casal residia no local.
O casal foi colocado em liberdade após o pagamento da fiança arbitrada e a proprietária da residência (que não foi presa) também foi indiciada pelo crime de falsidade ideológica.
A Polícia Civil informa que fazer declaração falsa de residência é crime com pena de até 3 anos de reclusão e que nos últimos dias pelo menos 6 pessoas foram indiciadas pelo cometimento de crimes de falsidade ideológica ao apresentarem comprovantes de residência falsos na Delegacia.

Denuncie. Disque 181 ou (49) 9.9159-3345 (WhatsApp da Polícia Civil)
Polícia Civil - Divulgação Jornal Oeste Popular
Imagens
Comentários