Fiscais são treinados para testar qualidade dos combustíveis em postos
Quarta, 13 de Junho de 2018 às 23:06
Durante curso da Agência Nacional do Petróleo, profissionais aprendem a avaliar os produtos vendidos. Antes, eles monitoravam apenas os preços do combustível.
Os fiscais do Procon estão recebendo treinamento para analisar, além dos preços dos combustíveis, a qualidade dos produtos vendidos nos postos do Tocantins. O treinamento segue até sexta-feira (15) e faz parte do acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Bicombustíveis (ANP), firmado em abril deste ano.

No curso, os agentes aprendem a teoria e principalmente a parte prática que envolve o funcionamento dos tanques e das bombas, e ainda os testes para avaliar se o produto vendido está dentro das exigências.

“Teremos agora uma abrangência maior da fiscalização podendo atuar em nome da ANP. Verificar a documentação dos postos, certidões, documentos específicos de funcionamento, autuar, assim como interditar o local quando necessário. É mais uma forma de dar mais transparência das nossas ações em defesa do consumidor”, explicou o superintendente do Procon, Walter Nunes Viana Junior.

Segundo a ANP, a gasolina só pode ter entre 25% e 29% de etanol. Se a quantidade fugir desse percentual, o combustível se torna irregular. No caso do teste do álcool, o máximo permitido de água é de 7%. Ao todo, 29 fiscais do Procon de todo o estado participam do curso.
Fonte: G1 Tocantins./ Jornal Oeste Popular
Imagens
Comentários