Este ano, safra de pinhão de SC deve ser 30% maior do que em 2017
Terça, 10 de Abril de 2018 às 06:39


Este ano, a safra de pinhão deve ser 30% maior que a de 2017, quando foram colhidas 2,7 mil toneladas da semente em Santa Catarina. Nesta época do ano, o pinhão cozido ou assado na chapa do fogão à lenha é parte da alimentação de muitos catarinenses.

“Desde criança eu sempre estive no meio do pinhão”, contou a dona de casa Rute Vieira Arruda enquanto arruma o pinhão sobre o fogão.

Preparo

Na Serra, também é uma tradição fazer a sapecada de pinhão. Os agricultores aproveitam as grimpas que caem do pinheiro para colocar os pinhões no meio delas e depois atear fogo.

No sítio de Ênio Vieira, a família toda ajuda, mas ele é quem sobe no pinheiro com 15 a 20 metros de altura, aos 60 anos. Ele faz este trabalho há quatro décadas.

“Eu subo a mesma coisa de quando eu tinha 20, pra mim é a mesma coisa. Não cansa, eu não canso principalmente”, afirmou.

Sustento

No alto da árvore, Ênio remove as pinhas que caem ao chão e garantem parte do sustento da família. Até junho, ele terá muitas araucárias para subir.

“Tem dia que subo até 20 pinheiros, às vezes 10, depende...”, contou.

Para esta safra, a Epagri espera uma produção 30% maior do que em 2017, quando foram colhidas na Serra 2,7 mil toneladas de pinhão. Painel é a maior produtora de Santa Catarina. Ao menos 100 famílias do município sobrevivem da colheita da semente.

O vendedor Claudiomar de Moraes, com o pinhão, garante o sustento da família para o resto do ano. “Trabalho de abril até julho, 120 dias direto, não tem intervalo. A gente não tem folga, a gente se sustenta basicamente do pinhão”, relatou.
Fonte: G1
Imagens
Comentários