Nos pênaltis Grêmio vence e é campeão da Recopa
Quinta, 22 de Fevereiro de 2018 às 08:02
Buscando o primeiro título do ano, Grêmio e Independiente se enfrentaram pela final da Recopa Sul-Americana, na Arena do Grêmio em
Porto Alegre.
Após o empate em 1 a 1 na primeira partida na Argentina, o jogo de volta iniciou eletrizante com as duas equipes buscando o gol a todo momento. Os gaúchos começaram melhor, mas logo o Independiente equilibrou as ações. O tricolor gaúcho teve uma ótima oportunidade com Everton aos 7 minutos, onde o atacante recebeu passe de Alisson, driblou o goleiro argentino e chutou para o gol, mas, Amorabieta de carrinho salvou a equipe de Avellaneda. Na sequência, o Independiente chegou em um contra-ataque. Fernández recebeu e chutou colocado, goleiro Marcelo Grohe espalmou para frente e no rebote o jogador concluiu para fora. Aos 37 minutos Luan desperdiçou a melhor oportunidade de gol da primeira etapa. Geromel lançou a bola da zaga, Cícero desviou de cabeça e o atacante recebeu livre de frente para o goleiro Canpaña, mas finalizou para fora. Os argentinos catimbaram o jogo, o que levou a um grande número de faltas e cartões. Aos 38 minutos, Luan tentou a jogada perto da área, o zagueiro Amorebieta afastou a bola com um chutão mas acabou deixando as travas da chuteira no peito do atacante gremista. No momento o juiz da partida não marcou nada no lance, mas após consultar o árbitro de vídeo, assinalou a falta e expulsou o zagueiro do Independiente.
Na segunda etapa, o Grêmio teve mais posse de bola e soube controlar a partida. Aos 8 minutos a bola sobrou para Everton que invadiu a área e chutou, mas o goleiro Campaña efetuou um milagre com o pé direito. Com um homem a menos o Independiente se fechou e esperou o tempo passar aguentando a pressão do Grêmio que criou oportunidades, mas, não teve eficiência nas finalizações. Com um novo empate no final dos 90 minutos, a decisão foi para a prorrogação.
Aos 5 minutos, Maicosuel avançou pela direita e cruzou para Jael, que cabeceou e a bola acertou o travessão do goleiro Campaña. Aos 9 minutos do segundo tempo da prorrogação, Gaibor cobrou escanteio, Meza livre dentro da área cabeceou cruzado e a bola passou na frente do gol e não entrou. Após mais 30 minutos de jogo, o placar continuou zerado e a decisão foi para os pênaltis.
O capitão gremista Maicon abriu as cobranças e marcou o primeiro gol. Gaibor, foi o primeiro batedor do Independiente e também marcou. Cícero cobrou a segunda penalidade e converteu para o Grêmio. O camisa 8 Meza também converteu e deixou tudo igual. O tricolor chegou ao terceiro gol com o centroavante Jael. O jogador Domingo, novamente empatou a disputa. Everton converteu a quarta penalidade para os gremistas. O atacante Silvio Romero também converteu. A quinta cobrança do Grêmio foi convertida pelo craque Luan. Benítez foi responsável pela última cobrança do Independiente e parou em Marcelo Grohe, que realizou a defesa e deu o título ao tricolor gaúcho.
Com a vitória nos pênaltis, o Grêmio conquistou seu segundo título da Recopa Sul-Americana e se iguala a São Paulo e Internacional, como maiores campeões brasileiros da competição.

Foto: Grêmio Oficial

COLUNISTA ESPORTIVO HENDRIK ZANATTA

Fonte: PORTAL ACONTECEU
Imagens
Comentários