Aplicativo ajuda vítimas do Alzheimer a reconhecerem parentes
Quarta, 31 de Janeiro de 2018 às 09:21
Se a pessoa não se lembrar de alguém, basta apontar seu smartphone para ela - e o app diz quem é
Quando Emma Yang tinha 8 anos de idade, sua avó passou a ter problemas de memória. Nos anos seguintes, a situação piorou – era o Alzheimer se manifestando. Yang, então, decidiu utilizar seus talentos em programação para ajudar a familiar.
Sua ideia: criar um aplicativo que pudesse facilitar o reconhecimento de entes queridos.

O ‘Timeless’, que ainda está em desenvolvimento, funciona da seguinte maneira: o paciente de Alzheimer tira uma foto da pessoa que ele não reconheceu, e o app diz quem ela é (filho, sobrinho, neto, cônjuge, etc). “A inteligência artificial e o reconhecimento facial estão evoluindo e sendo aplicados em mais áreas, especialmente no ramo da saúde”, disse a menina ao podcast americano Sincerely Human. Ela se uniu à empresa Kairos, que criou o software de reconhecimento facial utilizado pelo ‘Timeless’.
Lucas Baranyi, da Superinteressante*
Imagens
Comentários