Menos é mais. Grêmio aposta em versáteis e troca número por qualidade
Sexta, 26 de Janeiro de 2018 às 09:12
Tricolor não deve buscar tantos nomes e com isso ganha espaço para investir em qualidade
O Grêmio aposta em um elenco mais versátil em 2018. A chegada de Paulo Miranda, a renovação de Cícero e os planos para Marcelo Oliveira indicam que o Tricolor abre mão de um grupo numeroso. Na Arena, a ideia é ter atletas que façam mais de uma função para suprir carências e deixar o plantel com maior qualidade e sem tanta quantidade.

Maicon, Ramiro, Alisson e até Luan encorpam a lista de jogadores versáteis. "Até agora as contratações agregaram qualidade e o Renato bate muito na tecla: não é quantidade, mas qualidade", resumiu André Zanotta, diretor executivo de futebol.

Esse raciocínio fez o Grêmio se mexer pouco na comparação com 2017. Até agora, apresentou cinco reforços, três deles sabidamente para o time principal e outros dois com status de aposta. Nesta lista, quase todos podem jogar em diferentes funções.

Paulo Miranda joga como zagueiro e lateral direito e, a grosso modo, vai ocupar a vaga de Bruno Rodrigo na comparação com o elenco anterior. Thaciano, ex-Boa Esporte, joga de meia-atacante, meia e até volante, tornando-se alternativa para o meio-campo. Alisson, ex-Cruzeiro, pode ser meia-atacante e atacante e vai concorrer por Everton pela vaga que era de Fernandinho. Leonardo Gomes, que chegou ao Tricolor no ano passado, é um lateral que pode jogar pela direita e pela esquerda, tendo também atuado como volante.

Os versáteis abrem espaço no número de peças no grupo, mas também dão fôlego nas finanças. E é aí que, no fim das contas, Renato está de olho. Com menos gente para pagar, sobra mais dinheiro para investir em um centroavante – posição carente no elenco hoje.

"Não podemos precipitar e trazer o jogador errado. (É preciso) Um pouco de calma para dar o tiro certo", disse o treinador. "Tem pouquíssimos jogadores dessa posição e os nomes que tem estão empregados. Então, se o time libera é caro", completou.

O nome mais recente ligado ao Grêmio, Nico Blandi, se tornou quase impossível pela pedida do San Lorenzo. A direção, contudo, segue convicta de que poderá anunciar o novo camisa 9 antes da estreia na Libertadores. Quando o otimismo atinge picos, a projeção é de chegada antes mesmo da disputa da Recopa Sul-Americana, nos dias 14 e 21 de fevereiro. Seja como for, o Tricolor sabe que menos é mais. E que a qualidade se sobrepõe a quantidade.
Fonte: Uol/esporte
Imagens
Comentários