As buscas para localizar os jovens São Carlenses seguem intensas
Segunda, 01 de Agosto de 2016 às 16:35
Conforme o Comandante do Corpo de Bombeiros de São Carlos, Sargento Luciano Hunning o local onde possivelmente estão os jovens é muito perigoso pois é de grande profundidade
O JOP buscou informações de como está à operação que esta sendo realizada pelo Corpo de Bombeiros para localizar os jovens Fabiano Stoben, 32 anos e João Vinicius Leal Kist, 25 anos.

Os trabalhos de busca seguem intensos na tentativa de localiza-los, trabalham equipes do Corpo de Bombeiros de São Carlos e Pinhalzinho, Polícia Militar Ambiental e uma embarcação da usina Foz do Chapecó.

Conforme o Comandante do Corpo de Bombeiros de São Carlos, Sargento Luciano Hunning o local onde possivelmente estão os jovens é muito perigoso pois é de grande profundidade exigindo muito cuidado dos socorristas, uma vez que a usina não será desligada e sim as comportas estão sendo abertas de forma alternadas.
Atualmente as buscas seguem em regiões ribeirinhas onde os corpos possam aparecer bem como na superfície e pedreiras, conforme o Sargento Hunning. O helicóptero do Saer/Fron sobrevoou uma amplia região no intuito de avistamento de algo, mas não foi localizado.

Desde a manhã desta segunda-feira três equipes dos Bombeiros, São Carlos, Pinhalzinho e Chapecó procuram por Fabiano Stobe de 32 anos e João Vinicius Leal Kichi de 25 anos, todos de São Carlos. Eles desapareceram ontem, quando a embarcação em que eles estavam foi puxada pela vazão do vertedouro da barragem. Lucian Marcelo Vieira Cavalli de 25 anos que estava junto conseguiu escapar, e seria o único com colete salva-vidas e que teria acionado o Corpo de Bombeiros de São Carlos por volta das 18h10 deste domingo, dia 31, para atendimento da ocorrência de pessoas desaparecidas com embarcação no Rio Uruguai.

No local foi confirmada a ocorrência e encontrado em terra um ocupante da embarcação desaparecida nas proximidades do interior da Linha Saltinho do Uruguai, em Águas de Chapecó. Ontem, na chegada da Guarnição dos Bombeiros e Polícia Militar de São Carlos ao local ontem, Lucian, informou que eles estavam pescando na frente do vertedouro da Usina Foz Chapecó e o motor do barco desligou-se e a água foi puxando a embarcação para próximo do vertedouro, vindo a afundar. O mesmo saltou da embarcação e começou a nadar e não avistou mais seus amigos. Após conseguir sair na margem do Rio Uruguai conseguiu buscar ajuda. A guarnição em conjunto com a guarnição da PM de São Carlos realizou buscas terrestres na margem onde aconteceu o acidente, mas não obteve êxito.

A reportagem da Tropical FM teve acesso na manhã de hoje a uma gravação de um amigo do sobrevivente, o qual o mesmo menciona que Lucian era o único que estaria com colete salva-vidas e que mesmo assim teve que lutar muito com a força da água que puxava para o vertedouro. Segundo o relato, a força da água chegou a levar o colete de Lucian, que a partir disso também não avistou mais seus parceiros. O local onde ocorreu o incidente é proibido à pesca justamente pelo risco e já havia sido alertado pelos órgãos de segurança.

Nesta manhã, a Foz do Chapecó Energia emitiu um comunicado onde lamenta o ocorrido e reforça a área restrita.

COMUNICADO
A Foz do Chapecó Energia lamenta profundamente o acidente envolvendo uma embarcação com três pescadores, próximo ao vertedouro da Usina, neste domingo, dia 31 de julho. A empresa está à disposição das autoridades para auxiliar no que for possível a busca pelos dois homens que ainda estão desaparecidos.

Conforme já amplamente noticiado em ocasiões anteriores, a pesca é terminantemente proibida na região do vertedouro, justamente para preservar a segurança de todos, devido aos perigos existentes no local. Este trecho, chamado zona de exclusão da Usina, está sinalizado, indicando a proibição do acesso. A população precisa respeitar os limites da zona de exclusão, para que acidentes como esse não voltem a ocorrer.

Permanecemos à disposição das autoridades e externamos nossa solidariedade às famílias envolvidas.
Jornal Oeste Popular colaboração Dpto de Jornalismo Tropical FM - Elvis Caetano
Imagens
Comentários